Ultramar

ASPECTOS DA POLÍTICA ULTRAMARINA PORTUGUESA

Acordo político entre a U.P.A e os E.U.A.

A 20 de Fevereiro de 62, o Ministro dos Negócios Estrangeiros português, Franco Nogueira, manda chamar o embaixador americano para lhe entregar um documento aludido numa conversa anterior. (...)
Ler

publicado por Henrique aos
Comentários

As Fotografias

Na entrada anterior ficámos a conhecer o livro The Fabric of Terror de Bernardo Teixeira, e a descrição macabra dos acontecimentos da serração do Luvo.

Infelizmente, há mais macabro ainda… A meio do livro pode encontrar-se uma série de fotografias documentando os horrores que andavam à solta no Norte de Angola em 1961. Não trazem legendas nem se diz explicitamente em que sítio foram recolhidas.

Porém, o nono capítulo do livro tem por título The Photographs, e conta-nos a visita do autor à plantação Maria José, situada a cerca de 30km a Oeste de Negage. No mesmo capítulo é-nos reproduzido um memorando elaborado por “um burocrata de Luanda” e dirigido ao Governador de Angola, que descreve o cenário encontrado na plantação Maria José a 4 de Junho pelas autoridades portuguesas. Diz-nos o memorando que a acompanhá-lo estão três conjuntos de fotografias que lá foram tiradas. Dois pertencerão à Maria José, e um terceiro a uma plantação de um alemão, Herr Hucking, perto de Camabatela.

Uma vez que as fotografias do livro não trazem indicação nenhuma, não é possível saber com certeza a qual dos conjuntos pertencem; mas parece seguro presumir que façam parte de um ou mais deles. Uma das fotografias mostra uma grávida, o que parece corresponder à descrição do que foi visto na propriedade do homem alemão. Não sabemos. O que sabemos é que isto não é senão uma pequena amostra do que sucedeu aos portugueses, brancos e pretos, e aos estrangeiros - em suma, à população - do Norte de Angola em 1961. (...)
Ler

publicado por Henrique aos
Comentários

The Sawmill at Luvo

De 1965 vem-nos um livro escrito em inglês e publicado nos EUA, intitulado “The Fabric of Terror”. É um relato de vários episódios passados em Angola adaptado a livro, diz-nos o autor, Bernardo Teixeira.

Nele encontramos o relato da serração do Luvo, já aqui abordado por ocasião de um artigo de jornal que se lhe refere, e, claro, por ocasião de outro artigo de jornal em que a façanha é admitida e gabada pelos facínoras façanhudos e pelo seu chefe, Holden Roberto. Sabemos assim de fonte segura que o que se pode ler foi, infelizmente, tão torpe, infame e sinistro como se relata no livro, ilustrado por Júlio Gil. (...)
Ler

publicado por Henrique aos
Comentários

A justificação da tortura

Em Julho de 1961, escassos quatro meses passados depois dos acontecimentos narrados aqui, o jornal Le Monde publica um artigo1, da autoria de Pierre de Vos, em que este jornalista recolhe algumas declarações do líder da U.P.A., Holden Roberto, acerca das torturas praticadas em Março daqules ano e que se assacavam àquele movimento. (...)
Ler

publicado por Henrique aos
Comentários

Pieter Lessing: Substitute for an Introduction

O jornalista sul-africano Pieter Lessing escreve, na Foreword do seu Africa’s Red Harvest, que o primeiro capítulo fora para ser uma introducção, mas que ficara demasiado longo. Diz ainda que é aquela a única instância, no livro, em que detalhadamente lida com os eventos de um país. O país era Portugal. E os eventos foram os do início da última guerra travada pela Nação Portuguesa, e ocorreram no território da então província ultramarina de Angola. Servindo aqui o mesmo propósito original, transcreve-se, na íntegra, e por ora em língua bárbara, o primeiro capítulo desse livro, que relata o início da guerra do Ultramar. (...)
Ler

publicado por Henrique aos
Comentários